Repensando a História    

Alguns estudiosos costumavam definir que as sociedades sem escritas (ágrafas) não possuíam História, e que ela passou a existir com a invenção da escrita. Desse modo, se os homens e mulheres do passado não tivessem deixado nada escrito daquele tempo, não haveria História.  Mas e hoje, ainda pensamos dessa forma? O que é a História? E como e por quem ela é feita? Por que estudamos a História?

O historiador francês Marc Bloch respondeu à pergunta “O que é a História?” de maneira simples e rica. Ele definia a História como “uma ciência que estuda os homens no tempo (ano, década, século) e no espaço (sociedade, país, continente).” Esta afirmação nos permite entender que existia História tanto para os homens no período Neolítico, como para os homens de hoje. O que precisamos entender é que, independente do tempo histórico e da sociedade em que vivemos, a História tem como objetivo entender, analisar, compreender a vida dos HOMENS, MULHERES e CRIANÇAS em diferentes momentos da História.